Page images
PDF
EPUB

Teve 110 alumnos approvados; e forão 13 os Professores.

No orçamento de 1853 para 1854 vem consignada a verba de 5:2538200 réis para a despeza deste Estabelecimento.

-THEATROS. Considerando os Theatros como meio de ensino e de civilisação, tenho por conveniente apontar aqui o subsidio que o Governo dá a alguns. Ao de S. Carlos, em Lisboa,

20:000 8000 Ao de D. Maria II, em Lisboa . 6:0008000 Ao de S. João do Porto...

2:000 8000 (Orçamento do Estado de 1853 a 1854.)

S 4."

Ensino Superior.

UNIVERSIDADE DE COIMBRA. São estas as Faculdades;
Direito.
Mathematica.
Medicina.
Philosophia.
Theologia.

No Orçamento de 1853 a 1854 vem consignada a verba de 83:0728430 réis para a despeza deste Estabelecimento.

No anno lectivo de 1848 a 1849 teve a Universidade 46 Cadeiras, 22 Substituições, 6 Demonstradores, 3 Ajudantes, 1 Director do Observatorio, 3 Astronomos, 4 Ajudantes do Observatorio.

No mesmo anno lectivo matricularão-se na Universidade de Coimbra, nas differentes Faculdades, 926 Alumnos; habilitárãose para Acto 861; perdêrão o anno 65; forão approvados plenamente 747, e simpliciter 55, sendo reprovados 10, e não fazendo acto 49.

He curioso ver a proporção dos Alumnos nas differentes Faculdades: tomemos o mesmo anno lectivo de 1848 a 1849, e attendamos ao mesmo numero dos matriculados: Matriculárão-se em Direito ....... 542 Alumnos.

Mathematica... 111
Medicina.... 35
Philosophia.. 122
Theologia.

[ocr errors]
[ocr errors]

.. 116

Estabelecimentos Scientificos dependentes da Universidade de Coimbra:

Observatorio Astronomico.
Bibliotheca.
Imprensa.
Laboratorio Chimico.
Gabinete de Phvsica.
Gabinete de Historia Natural.
Jardim Botanico.

Permitta-se-me apresentar aqui uma resenha das diversas producções litterarias e scientificas, que illustres Professores da Universidade de Coimbra têem dado à luz desde o anno de 1834 até hoje.

PROFESSORES DA FACULDADE DE DIREITO.

Os Srs. Bazilio Alberto de Sousa Pinto.- Lições de Direito Cri

minal Apontamentos de Direito Administrativo. Liz Teixeira-Curso de Direito Civil. (Este Professor morreu

antes de concluir um Commentario ás Instituições do Sr.

Paschoal José de Mello, que tinha muito adiantado.) Manoel Antonio Coelho da Rocha. Ensaio sobre a historia do

Governo e Legislação de Portugal - Instituições de Di

reito Civil Portuguez. V. Ferrer.- Elementos de Direito Natural - Elementos de Di

reito das Gentes - Curso de Direito Natural Principios

Geraes de Philosophia de Direito - Cadastro. A. Forjaz.- Elementos d'Economia Politica, e d'Estadistica

e outras obras. F. J. D. Nazareth. - Elementos de Processo Criminal ---Ele

mentos de Processo Civil. Justino Antonio de Freitas. - Manual dos Juizes Eleitos - Ma

nual do Rendeiro. João de Sande de Magalhães Mexia. Principios de Direito

Politico Portuguez. Bernardino Joaquim da Silva Carneiro. — Elementos de Geo

graphia- Elementos de Poetica— Lições d'Economia Politica Breves Noções de Geographia -- Elementos de Moral e Principios de Direito Natural -- Geographia e Chronologia.

Antonio Luiz de Sousa Henriques Secco.- Manual Historico

de Direito Romano e outras obras. Antonio Maria Rodrigues de Brito -- Chorographia do Reino

de Portugal.

PROFESSORES DA FACULDADE DE MEDICINA.

João Alberto Pereira d’Azevedo.-Universidade de Coimbra em

1843. Jeronymo José de Mello.— Primeiras Linhas de Physiologia. José Ferreira de Macedo Pinto.-- Compendio de Veterinaria.

(Está no prelo a segunda edição muito mais augmentada.) Antonio Augusto da Costa Simões.--Os Banhos de Luso (no

primeiro vol. do jornal do Instituto); e outros artigos de

interesse scientifico. João Antonio de Sousa Doria. - Compendio de Mnemotechnica

- Mnemonica - Elementos de Philosophia Racional Compendio de Historia Universal.

PROFESSORES DA FACULDADE DE MATHEMATICA.

Agostinho José Pinto d'Almeida.- Principios de Geologia.
Francisco de Castro Freire. — Mechanica Racional.
Castro, e Sousa Pinto.- Traducção do Curso Completo de Ma-

thematicas puras de L. Francoeur. (Da segunda edição
muito augmentada e correcta está impresso o primeiro vo-

lume.) Rodrigo Ribeiro de Sousa Pinto.- Additamento ás notas do

Calculo differencial e integral de Francoeur - Calculo das Ephemerides Astronomicas Das Refracções athmosphericas- Complementos da Geometria Descripliva de Fourcy. (Vae entrar brevemente no prelo-Elementos de Astro

nomia.) Agostinho de Moraes Pinto de Almeida - Elementos de Arith

metica -- Demonstração da definição quinta do Livro quinto

de Euclides. Raimundo Venancio Rodrigues Reflexões dirigidas á Camara

dos Dignos Pares do Reino, sobre os Gráus academicos da

Eschola Medico-Cirurgica de Lisboa, e Porto. Rufino da Guerra Osorio. - Compendio d' Arithmetica Taboa

auxiliar, que no Calculo dos Eclipses das Estrellas e Pla

nelas pela Lua evita o trabalho de resolver uma equação

transcendente. Jacome Luiz Sarmento. - Primeiras Noções d'Algebra Ta

boas auxiliares para o Calculo das distancias das Estrellas e Planetas á Lua; para a Reducção Geocentrica; e

outras. Florencio Mago Barreto-Feio.- Taboas da Lua.

PROFESSORES DA FACULDADE DE PHILOSOPHIA.

Antonio Sanches Goulão. - Principios Geraes de Mechanica. Pedro Noberto.-Philosophia Especulativa. (Este distincto Pro

fessor tinha muito adiantado um Compendio de Botanica,

quando prematuramente falleceu.) Antonino José Rodrigues Vidal. — Index plantarum in horto bo

tanico academico conimbricensi cultarum, anno 1852. José Maria d'Abreu.— Legislação AcademicaMemorias his

toricas da Universidade de Coimbra (publicadas no primeiro e segundo volume do Instituto, jornal scientifico e

litterario), e outras obras. Joaquim Augusto Simões de Carvalho.— Lições de Philosophia

Chimica e outras obras.

PROFESSORES DO LYCEU NACIONAL.

Gomes de Moura.-Além d'outras muitas obras, tem qu asi con

cluida a impressão do Diccionario Greco-Latino. Antonio Cardoso Borges de Figueiredo— Bosquejo Historico da

Litteratura Classica Grega, Latina e Portugueza.-Elementariæ Rhetoricæ Institutiones - Traduccão d'estas Logares Selectos dos Classicos Portuguezes - Selecta Clas

sica. Antonio Ignacio Coelho de Moraes. — Grammatica Grega

Regras das Declinações e Conjugações. J. E. B. de Lima - Chrestomatia Portugueza — Dita Franceza

-Dita Ingleza.

ACADEMIA POLYTECHNICA DO PORTO. Ensina-se alli:
Arithmetica, Algebra, Geometria etc.; Algebra, sua appli-

cação á Geometria etc.; Geometria Descriptiva, suas ap-
plicações; Desenho; Trigonometria espherica; Astrono-

mia etc.; Historia Natural applicada ás Artes e Officios; Physica e Mechanica Industriaes; Chimica, Artes Chimicas, Minas; Botanica; Commercio, Economia Indus

trial; Manobra Naval. No Orçamento de 1853 a 1854 vem consignada a verba de 12:6818000 para a despeza deste Estabelecimento.

EscHoLA MEDICO-CIRURGICA DO FUNCHAL. Ensina-se:
Anatomia e Physiologia; Pathologia e Materia Medica; Phar-

macia.
Despeza: 1:0278280. (Orç. de 1853 a 1854.)

EscHOLA MEDICO-CIRURGICA DE LISBOA.

Cadeiras de
Anatomia.
Physiologia e Hygiene.
Historia Natural dos Medicamentos.
Pathologia Externa, etc.
Apparelho e Operações Cirurgicas, etc.
Partos.
Pathologia Interna
Clinica Medica.
Clinica Cirurgica.
Despeza 11:140:8000. (Orç. de 1853 a 1854.)

EscHOLA MEDICO-CIRURGICA DO PORTO.

Cadeiras de
Anatomia; Physiologia e Hygiene; Ilistoria Natural dos

medicamentos; Pathologia externa; Apparelho e Ope-
rações Cirurgicas; Partos; Pathologia Interna; Clinica

Medica; Clinica Cirurgica.
Despeza 9:8608000. (Orç. de 1853 a 1854.)

MINISTERIO DOS NEGOCIOS ECCLESIASTICOS E DE JUSTIÇA.

Ensino Especial.-Seminarios.

Nos Seminarios ensinão-se, como he sabido, os estudos proprios para os que se destinão á vida ecclesiastica.— Foi ha pouco restabelecido o de Santarem: estão hoje em exercicio, afóra este, os de Coimbra, Porto, Braga, Guarda, Bragança, Leiria, Vizeu,

« PreviousContinue »